"[13] It also received an average score of 100 out of 100 on Metacritic, based on 13 critic reviews, indicating "universal acclaim". In 1991, filmmaker Stanley Kubrick wrote an admiring foreword to the published screenplay. Dekalog: One. Dekalog I: Amarás a Deus sobre todas as coisas ... Mais tarde, Krzysztof Kieślowski realizou para a Televisão Polonesa uma série de filmes baseados nos Dez Mandamentos (chamada Decálogo) - um filme por mandamento, todos tratando de conflitos morais. Estudou cinema na Escola de Teatro e Cinema de Lodz, por onde também passaram os cineastas Roman Polański e Andrzej Wajda “Dekalog” - Krzysztof Kieslowski (1989) Krzysztof Kieslowski (1941-1996) was an acclaimed Polish filmmaker who achieved international fame with his The Double Life of Veronique ( La Double V ie de Véronique , 1991) and his multiple award-winning Three Colors trilogy: Blue ( Trois C ouleurs: Bleu , 1993), White ( Trzy Kolory: Bialy , 1994), and Red ( Trois Couleurs: Rouge , 1994). [citation needed], 1988–1989 Film cycle directed by Krzysztof Kieślowski, "A perfect 10 - film review THE DECALOGUE (Dekalog 1 through Dekalog 10)", "Behind the Camera: Poland's Best Cinematographers", "The Decalogue movie review & film summary (1988)", "Modern Times - UK Critics' Top Ten Poll", "The 100 Best Films of World Cinema | 36. A série também foi elogiado por alguns dos críticos de cinema de renome, incluindo Roger Ebert [3] e Robert Fulford [4]. Normalmente, para Kieślowski, o tom da maioria dos filmes é melancólico, com exceção do último filme, que, assim como Trois couleurs: Blanc, é uma comédia de humor negro, e apresenta dois dos mesmos atores, Jerzy Stuhr e Zbigniew Zamachowski. O grande elenco inclui atores famosos e desconhecidos, muitos dos quais também foram utilizados em outros filmes de Kieślowski. Filmmaker Krzysztof Kieślowski was interested in the philosophical challenge, and also wanted to use the series as a portrait of the hardships of Polish society, while deliberately avoiding the political issues he had depicted in earlier films. Ganhou o Prémio do Júri no Festival de Cannes, por "Não Matarás" (1988). A narrativa dos documentários passa a influenciar os primeiros filmes de ficção do diretor. Em 2002 uma votação da revista britânica especializada em cinema Sight & Som para determinar os melhores filmes de todos os tempos, O Decálogo e A Short Film About Killing, outro filme de Kieslowski receberam votos de quatro críticos e três diretores, incluindo Ebert, o crítico do New Yorker David Denby e da diretora Mira Nair. Depois do último filme da trilogia o diretor anunciou a sua aposentadoria devido ao fato de estar cansado de fazer cinema. A caixa de DVD tem classificação de 100% no Rotten Tomatoes baseado em 28 avaliações. as repositories of meaning, Family and social relationship as regulators of identity, The nature and relation of love and passion. A forma de contar a história muda nesta fase. Thou shalt not make unto thee any graven image... Thou shalt not bow down thyself to them, nor serve them. O toque de Kieslowski está na sua representação das palavras liberdade, igualdade e fraternidade e na forma que as cores dão o ambiente psicológico da história. There is an unopened bottle of milk on the table while Zofia and Elżbieta are having dinner. São baseados nas cores da bandeira francesa e no slogan da revolução do país. [16], In January 2002, the film was listed among the Top 100 "Essential Films" of all time by the National Society of Film Critics[17] and ranked #36 in Empire magazine's "The 100 Best Films of World Cinema" in 2010. [citation needed]. Este texto é disponibilizado nos termos da licença. Além disso, na pesquisa da Sight & Som realizada no mesmo ano para determinar os 10 melhores filmes dos últimos 25 anos, Kieslowski foi nomeado como o número 2 na lista dos melhores diretores, com votos para seus filmes sendo divididos entre Decálogo, três The Three Colors Trilogy e A Dupla Vida de Véronique. ? Thou shalt not covet thy neighbor's goods. [10] Though each film is independent, most of them share the same setting in Warsaw, and some of the characters are acquainted with each other. [7], In the 2002 Sight & Sound poll to determine the greatest films of all time, Dekalog and A Short Film About Killing received votes from 4 critics and 3 directors, including Ebert, New Yorker critic David Denby, and director Mira Nair. Ganhou o Leão de Ouro no Festival de Veneza, por "A Liberdade é Azul" (1993). [15] Additionally, in the Sight & Sound poll held the same year to determine the top 10 films of the previous 25 years, Kieslowski was named #2 on the list of Top Directors, with votes for his films being split between Dekalog, Three Colors Red/Blue, and The Double Life of Veronique. [9], The large cast includes both famous and unknown actors, many of whom Kieślowski also used in his other films. Em 2002, Tom Twyker filma o roteiro de "Paraíso", idealizado pelo diretor polonês. Ganhou o Prémio do Público na Mostra de Cinema de São Paulo, por "Não Amarás" (1988). Os quatro últimos filmes do diretor foram realizados através de uma produção francesa: "A dupla vida de Veronique" (estrelando Irène Jacob) e a Trilogia das Cores (A liberdade é azul, A Igualdade é Branca e A Fraternidade é Vermelha). Dekalog (em português O Decálogo) é uma série cinematográfica polaca de 1989, originalmente produzida para uma minissérie televisiva, dirigida por Krzysztof Kieślowski e co-escrita por ele e por Krzysztof Piesiewicz, com trilha sonora de Zbigniew Preisner. Esta página foi editada pela última vez às 17h16min de 28 de junho de 2019. Krzysztof Kieslowski, Writer: Trois couleurs: Bleu. Ele deixou sua esposa Maria e sua filha Marta. According to film critic Roger Ebert's introduction to the DVD set, Kieślowski said that the films did not correspond exactly to the commandments, and never used their names himself. Time designations (holidays, day/night etc.) Ganhou o Prémio FIPRESCI no Festival de Veneza, por "Decálogo" (1989). Roman is pouring milk while watching a child play. Estudou cinema na Escola de Teatro e Cinema de Lodz, por onde também passaram os cineastas Roman Polański e Andrzej Wajda. Typically for Kieślowski, the tone of most of the films is melancholic, except for the final one, which is a black comedy, featuring two of the same actors, Jerzy Stuhr and Zbigniew Zamachowski, as in Three Colors: White. As palavras são substituídas por uma poesia imagética. Ganhou duas vezes o Prémio Bodil de Melhor Filme Europeu, por "Não Matarás" (1988) e "Decálogo" (1989). Ganhou o Prémio Especial do Júri no Festival de San Sebastian, por "Não Amarás" (1988). Kieślowski morre em 1996, aos 54 anos, sem concluir esses filmes. A laje com o nome e as datas de Kieślowski encontra-se abaixo. Krzysztof Kieślowski, Krzysztof Piesiewicz: Muzyka Zbigniew Preisner: Zdjęcia różni operatorzy Scenografia Halina ... Zobacz w Wikicytatach kolekcję cytatów Dekalog (serial telewizyjny) Dekalog – cykl dziesięciu filmów telewizyjnych z 1988 roku w reżyserii Krzysztofa Kieślowskiego. Dekalog (em português O Decálogo) é uma série cinematográfica polaca de 1989, originalmente produzida para uma minissérie televisiva, dirigida por Krzysztof Kieślowski e co-escrita por ele e por Krzysztof Piesiewicz, com trilha sonora de Zbigniew Preisner. Prémio Dourado do Festival Internacional de Cinema de Moscovo, https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Krzysztof_Kieślowski&oldid=55214738, Cineastas premiados no Festival de Berlim, !Artigos que carecem de fontes desde junho de 2014, !Artigos que carecem de fontes sem indicação de tema, Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) da Creative Commons. Mais tarde, Krzysztof Kieślowski realizou para a Televisão Polonesa uma série de filmes baseados nos Dez Mandamentos (chamada Decálogo) - um filme por mandamento, todos tratando de conflitos morais. Dekalog is a 1988 Polish drama series of films directed by Krzysztof Kieślowski for television and co-written by Kieślowski with Krzysztof Piesiewicz, with music by Zbigniew Preisner. Venceu por "A Fraternidade é Vermelha". Ganhou duas vezes o Prémio FIPRESCI no Festival de Cannes, por "Não Matarás" (1988) e "A Dupla Vida de Veronique" (1991). Each short film explores characters facing one or several moral or ethical dilemmas as they live in a large housing project in 1980s Poland. He observes the main characters at key moments, and never intervenes. Dekalog (pronounced [dɛˈkalɔg], also known as Dekalog: The Ten Commandments and The Decalogue) is a 1988 Polish drama series of films directed by Krzysztof Kieślowski for television[2] and co-written by Kieślowski with Krzysztof Piesiewicz, with music by Zbigniew Preisner. Thou shalt not covet thy neighbor's wife. [18], According to online film resource They Shoot Pictures, Don't They?, Dekalog is the most acclaimed film of 1988. O diretor passa a usar uma quantidade mínima de diálogos, concentrando-se no poder da imagem e das cores. Recebeu uma nomeação ao BAFTA de Melhor Argumento Original, por "A Fraternidade é Vermelha" (1994). Milk is a recurring element in the following 7 episodes: Dekalog was assigned a rating of 97% at review aggregator website Rotten Tomatoes based on 53 critic reviews, with an average rating of 8.95/10. Depois de concluir a faculdade, o jovem diretor começa a produzir documentários. Ele originalmente tinha em mente contratar 10 diretores diferentes, mas decidiu que ele mesmo iria dirigir os filmes, embora utilizando uma fotografia diferente para cada, com exceção dos episódios III e IX, onde ambos tiveram ​​Piotr Sobocinski como diretor de fotografia. [7] It is one of fifteen films listed in the category "Values" on the Vatican film list. Before making his first film for TV, Przejscie podziemne (1974) (The Underground Passage), he made a number of short documentaries.

Live-in Care Agency, Ss Torrey Canyon Captain, Stage Lights, Fantastic Beasts: Cases From The Wizarding World Apk, Hammondsport, Ny Restaurants,